Dança do Universo

heic0406b

Como se um buraco negro

entrasse pela porta

ela sentou no balcão,

sozinha,

fazendo toda a matéria

e toda a luz

(que já era pouca)

se curvarem ao seu redor

— o horizonte de eventos

para o qual todos os astrônomos

apontavam telescópios naquela noite

de poucas estrelas,

sentindo o tempo distender-se

infinito, quieto, primordial,

em antecipação.

 

Até que da escuridão fez-se

luz e calor

no estrondo

(um segundo big bang)

que fez seu sorriso

para o garçom,

aquele meteoro desgarrado

que por vontade própria

ou pura gravidade,

se tornou a mais nova lua

da qual se tem conhecimento.

 

A partir daí

se tornou muito difícil

pedir uma cerveja.

Anúncios

Um comentário sobre “Dança do Universo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s