Dança do Universo

heic0406b

Como se um buraco negro

entrasse pela porta

ela sentou no balcão,

sozinha,

fazendo toda a matéria

e toda a luz

(que já era pouca)

se curvarem ao seu redor

— o horizonte de eventos

para o qual todos os astrônomos

apontavam telescópios naquela noite

de poucas estrelas,

sentindo o tempo distender-se

infinito, quieto, primordial,

em antecipação.

 

Até que da escuridão fez-se

luz e calor

no estrondo

(um segundo big bang)

que fez seu sorriso

para o garçom,

aquele meteoro desgarrado

que por vontade própria

ou pura gravidade,

se tornou a mais nova lua

da qual se tem conhecimento.

 

A partir daí

se tornou muito difícil

pedir uma cerveja.

Anúncios